RSS

Mage Knight – O Retorno!

28 maio

No ano 2000 a Wizkids Games lançou um jogo chamado Mage Knight. Tratava-se de um wargame com miniaturas no qual cada jogador montava o seu próprio exército através de um sistema de pontuação. Para os mais xiitas o jogo não era o melhor ou mais equilibrado dos wargames, mas para mim era um dos mais divertidos jogos de miniaturas em que já havia posto as mãos.

Uma miniatura de MK

Uma miniatura de MK

O grande diferencial do Mage Knight é o fato de que você não usa fichas ou diagramas das miniaturas nas mãos e não precisa de um tabuleiro para jogar. Cada peça possui em si mesma, todas as suas estatísticas, que vão de velocidade, potencial de ataque e defesa até arco de ataque e custo em pontos. Ou seja, tudo, exatamente tudo, que você precisa está informado na miniatura. E para medir os espaços de deslocamento e ataques à distância das peças no jogo, usa-se uma fita marcada com polegadas (uma espécie de fita métrica, em polegadas), usada para medir o quanto o personagem pode se deslocar ou a que distância ele pode acertar. Ou seja, tendo as peças um jogador pode usar como cenário qualquer mesa, cama, chão e até o jardim da sua casa. Mas é claro que era sempre mais legal criar um cenário de isopor ou outros materiais, ou usar um cenário oficial (como o castelo abaixo)…

Infelizmente, com o lançamento do Mage Knight 2.0 em novembro de 2003 o jogo sofreu uma série de modificações na regra, que culminaram com sua descontinuidade em 2005. O objetivo do MK 2.0 era exatamente corrigir alguns desequilíbrios que foram surgindo no jogo ao longo das sucessivas séries que eram lançadas. No entanto, o tiro saiu pela culatra. A introdução dos novos elementos (que eram bastante interessantes, como artefatos, por exemplo) deixou o jogo ainda mais desequilibrado e fez com que algumas peças mais antigas perdessem a importância. Miniaturas raras, caras e poderosas passaram a ser comuns e pouco essenciais no jogo. Isso fez com que muitos jogadores se desinteressassem pelo MK e migrassem para o D&D Miniatures (que era um jogo de miniaturas, mas com peças que eram compatíveis com o D&D, ou seja, você comprava um wargame e podia usar as mesmas peças no RPG). Por fim, com a debandada dos jogadores e a concorrência, o Mage Knight parou de ser produzido em 2005 e deixou muitos jogadores órfãos no mundo inteiro, inclusive eu.

Mesa de MK - Invasão de um Castelo

Mesa de MK - Invasão de um Castelo

Na época desenvolvíamos um jogo, eu e o Fernando Scheffer, chamado Terraplana. Era uma espécie de World of Warcraft com miniaturas. Cada jogador tinha um exército inicial e comandava um território no mundo de Terraplana. Eles tinham que coordenar seus soldados e tomar novos territórios, além de gerir recursos como ouro, alimentos, materiais de subsistência etc. Além disso, os participantes podiam fazer conchavos e combinar jogadas, tais quais suseranos de terras em guerra. E havia um pool de miniaturas que era destinado aos jogadores, de modo que estes podiam adquirir novos soldados com seus recursos. Mas com o fim do MK, Terraplana também teve seu fim.

No entanto, em Outubro de 2010 a Wizkids finalmente nos trouxe uma boa notícia: a retomada do Mage Knight. Eu já vinha dizendo que estamos vivendo uma época em que as boas coisas do universo nerd estão retornado à ativa. Podem me apedrejar, mas acho que isso começo com a 4a edição do D&D, que trouxe elementos que estavam perdidos no D&D e fez com que muitos jogadores das antigas retornassem ao jogo. Depois, no Brasil tivemos a retomada do Vikings pela Conclave e a entrada de editoras como a Retropunk e a RedBox, que nos remetem exatamente à fase áurea do RPG brasileiro. Espero que, com o renascimento do Mage Knight tenhamos mais uma prova de que os RPGs, os cardgames, os wargames e todos os outros jogos desse tipo não estejam morrendo, mas, pelo contrário, continuam ativos e mais vivos do que nunca.

Anúncios
 
3 Comentários

Publicado por em maio 28, 2011 em RPG, HQs e Cards

 

Tags: , , , , , ,

3 Respostas para “Mage Knight – O Retorno!

  1. Fernando Scheffer

    maio 29, 2011 at 3:03 pm

    Bons tempos de Terraplana, mas era o ó quando tinhamos várias partidas no mesmo dia…

    Será que a wizkids vai começar do zero?

     
  2. Cristiano Cuty

    maio 29, 2011 at 5:15 pm

    A notícia é muito vaga… Mas acredito que devam começar do zero mesmo. E espero que sim, pois tentar adaptar de novo seria besteira.

    Agora é esperar que saia logo o novo MK.

     
  3. thito

    janeiro 24, 2012 at 12:32 pm

    po era mo fan de mageknight achava a maioria das peças até que equilibradas pelo seu custo em pontos. ja matei muito solonavi e cheguei ate a capiturar 1 com meu nightstalker.

    tenho muitas peças queria saber se a empresa vai retormar o projeto mesmo. o mundo de MK bem legal tambem. cada guilda um mundo próprio.

    saiu o boardgame do mageknight. que pela opniao geral é muito bom.
    mas ainda não é o wargame que eu queria.

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: