RSS

Faça agora e não faça planos

15 dez

É sempre comum nessa época do ano ouvirmos as pessoas falarem sobre os seus planos para o ano seguinte. Todo mundo fica querendo correr atrás dos “prejuízos” do ano que está acabando e faz milhares de promessas, guias de sobrevivência, listas de coisas para não fazer, relações de coisas para fazer etc… E eu me incluo nesse grupo que está doido para ver o ano acabar e começar o próximo, para colocar todos os planos em prática. Não é a toa que vez ou outra eu posto no meu twitter alguma coisa com a tag #acaba2008.

Com a internet, essa onda de esperança para o ano que vem fica ainda mais perceptível. Adeus ano velho, feliz ano novo… Basta rodar meia dúzia de sites de relacionamento, observar alguns status em msns, talks e outros programas de bate-papo, para ver uma miríade de frases típicas de pré-reveillon.

Aí fiquei pensando com meus botões (ou melhor, com meu zíper): por que elegemos uma data na qual imaginamos que, por algum motivo obscuro, as coisas vão mudar? Afinal, o final do ano não é nenhuma data mágica, ou uma conjunção astral permeada de energia mística capaz de provocar alterações nas relações humanas ou mesmo um momento em que Deus olha para baixo e diz “pronto meu filho, terminou sua peleja de um ano, agora só coisas boas acontecerão com você”. A passagem de um período para o outro, de 365 dias para os próximos 365 dias, é apenas uma convenção criada por nós, falíveis seres humanos (e um convenção mal feita, afinal temos que compensar a falta de algumas horas de quatro em quatro anos).

Até o Noel fica doidão

Até o Noel fica doidão

Pensando assim, fica meio ilógico dizer algo do tipo: “a partir de primeiro de janeiro eu não vou mais comer chocolate. Sabe, chocolate tem me feito um mal danado, então vou comer só mais esse mês”. Oras, se faz mal, pára logo de comer! 🙂 E esse é ponto! Por que ficar fazendo planos para início de coisas simples, se você pode iniciá-las já?! É claro que algumas coisas devem realmente esperar pelo desenrolar de outras, que têm data marcada para acontecer. Mas aquelas que dependem só de nós não deveriam esperar uma noite de fogos de artifício e espumantes para começarem. É aquele velho ditado-clichê: não deixe para amanhã o que pode fazer hoje.

Pois bem, eu sempre fui um apaixonado por festas de reveillon e isso não vai mudar. Continuo gostando muito mais daquela contagem regressiva animada do que da Missa do Galo na Globo… Mas vou tentar parar com esses planos finaldeanescos para começar a executar as minhas aspirações no decorrer do tempo e do espaço. Estou iniciando o meu movimento “Faça agora e não faça planos”. Vamos ver se dá certo…

P.S.: Para dar força ao movimento “Faça agora e não faça planos”, vou disponiblizar aqui alguns posts sobre coisas que eu palanejaria para anos vindouros, mas que decidi fazer antes disso. Acompanhem! Isso, definitivamente, daria muito trabalho atualmente! 🙂

Anúncios
 
4 Comentários

Publicado por em dezembro 15, 2008 em Devaneios

 

Tags: , , ,

4 Respostas para “Faça agora e não faça planos

  1. Vinicius Zóio

    dezembro 17, 2008 at 12:56 pm

    Ooook, deixa eu comentar o que eu queria deixar para fazer no ano que vem e estou fazendo agora…

    Comecei hoje a fazer meia hora de exercícios por dia :P.

    Quero só ver se no dia 1º de janeiro eu AINDA vou estar fazendo os exércios!

    HUAHUAHUAHAUHAUHAUHAUHUAHUAHUAHUA!

     
  2. cristianocuty

    dezembro 22, 2008 at 8:19 am

    Esse texto do Carlos Drummond de Andrade quase me fez repensar tudo o que eu escrevi acima:

    TEMPO. . .

    Quem teve a ideia de cortar o tempo em fatias,
    a que se deu o nome de ano,
    foi um indivíduo genial.
    Industrializou a esperança
    fazendo-a funcionar no limite da exaustão.

    Doze meses dão para qualquer ser humano
    se cansar e entregar os pontos.

    Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez
    com outro número e outra vontade de acreditar
    que daqui para adiante vai ser diferente…

    …Para você,
    Desejo o sonho realizado.
    O amor esperado.
    A esperança renovada.

    Para você,
    Desejo todas as cores desta vida.
    Todas as alegrias que puder sorrir.
    Todas as músicas que puder emocionar.

    Para você neste novo ano,
    Desejo que os amigos sejam mais cúmplices,
    Que sua família esteja mais unida,
    Que sua vida seja mais bem vivida.

    Gostaria de lhe desejar tantas coisas.
    Mas nada seria suficiente…

    Então, desejo apenas que você tenha muitos desejos.
    Desejos grandes e que eles possam te mover a cada minuto,
    ao rumo da sua FELICIDADE!!!

    (Carlos Drummond de Andrade)

     
  3. Karla Nogueira

    dezembro 25, 2008 at 7:40 am

    Concordo com tudo que você disse, mas somos seres humanos e sempre deixamos para amanhã o que podemos fazer hoje…rsrs

    Se colocássems em prática 10% do que prometemos já seria ótimo. :)—-

    Bom, que venha 2009…hehehe

    Que você tenha um ótimo 2009!

    Abraços!

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: